Controlando Alcance e Ritmo

12 janeiro, 2015 12 janeiro, 2015 por Johnny N Dicas de Luta, Estratégia do Boxe 2 Comentários

Controlando Alcance e Ritmo

Estabelecer seu alcance é crucial no boxe.

Encontrar o alcance é frequentemente citado na arte do boxe. Você escuta pessoas comentando o tempo todo em como alguém “tem bom alcance” ou “sabe como entrar e sair de alcance” ou “controla a luta”.

Mas o que controlar o alcance ou encontrar o alcance realmente significa? Algumas pessoas entendem isso como usar o jab e ter um bom trabalho de pernas. Mas eu acho que é mais do que isso. Controlar o alcance também tem a ver com controlar o ritmo. É mais do que ter boa resistência e ótimo trabalho de pernas. É encontrar um meio termo que se encaixe perfeitamente no seu ritmo de luta.

Existem mais algumas coisas que você tem que entender para [se tudo der certo] ter o controle da luta…

 

Controlando o Alcance e o Ritmo

Alcance e Ritmo.

Para mim alcance e ritmo são a mesma coisa, porque eles estão tão conectados que eles são praticamente dois lados da mesma moeda. Porque certamente, quanto mais próximo você está de seu oponente, mais energia você irá gastar. De longe, ambos irão andar em volta, circulando. A um metro, é um tenso jogo de vai e vem. Na distância dos braços, é uma trocação selvagem. E de dentro, pode ser de qualquer forma – ou dois caras golpeando e esquivando por dentro, ou dois caras agarrando e equilibrando por dentro. Controlar o ritmo tem a ver com estabelecer onde eu quero estar.

 

Estratégias diferentes de alcance dependem do oponente

De longe (fora de alcance):

  • bom para lutar com caras fortes – distância me dará segurança e tempo para raciocinar
  • bom para lutar com caras altos – é seguro para quando eu tenho energia e planejo entrar na distância de alcance
  • bom para lutar

 

A um metro de distância (quase ao alcance):

  • bom para lutar com caras pequenos – atinjo eles com meu alcance longo
  • bom para lutar com caras mais lentos – minha velocidade ganha na trocação
  • bom para lutar com caras menos habilidosos – use essa distância para golpear e esquivar facilmente
  • bom para lutar com caras fortes – golpeie e esquive

 

Na distância dos braços (ao alcance):

  • bom para acertar meus golpes mais poderosos
  • bom para trocar golpes
  • bom para pressionar ou desgastar o oponente

 

De perto (luta interna):

  • bom para controlar/agarrar um oponente
  • bom para cansar oponentes com músculos mais fracos, menor resistência, nervosos
  • acertar combinações rápidas
  • bom para estabilizar uma luta, descansar

 

Treinando Seu Alcance e Ritmo

É engraçado ver lutadores que ainda não encontraram seu alcance e ritmo ideal. Minha opinião é que isso acontece porque eles estão ocupados tentando copiar combinações e estilos que eles veem na TV ao invés de aproveitar o tempo para desenvolver seu próprio ritmo.

*Você se lembra de como aprimorou seu ritmo na corrida? Você apenas correu mais rápido ou mais devagar. Ou você respirou mais rápido ou mais devagar. Ou você deu passos mais largos ou mais curtos. Ou você movimentou mais ou menos seus braços. Mas de alguma forma, você encontrou um ritmo natural para seu corpo inteiro. É a mesma coisa para você estabelecer seu ritmo de luta.

A melhor maneira de desenvolver seu alcance e ritmo? Faça muito sparring. Pratique todas as distâncias e ritmos. Vá para frente, para trás. Vá mais rápido, mais devagar. Não se preocupe tanto em ser golpeado, ou perder, ou ficar cansado. O objetivo é tentar coisas diferentes e se expor a novas formas de lutar. Não vai demorar até você desenvolver novas estratégias de luta pra complementar todos os diferentes cenários possíveis.

O ponto chave para se lembrar é que alcance e ritmo estão sempre conectados. Não faz sentido usar um ritmo de luta mais lento quando você está por dentro. Da mesma forma, não faz sentido usar uma combinação longa quando você mal consegue o alcance para entrar e sair. Você tem que adaptar sua estratégia à seu alcance. Ou então… adaptar seu alcance à sua estratégia. Você irá perceber nos treinos que você não se adequa a certos alcances ou ritmos. Talvez lhe falte a habilidade para lançar uma combinação de 3 golpes rápidos. Ou talvez falte a você resistência para lutar próximo. Ou talvez falte a tranquilidade mental para relaxar quando você está fora de alcance.

 

Mantendo SEU Alcance

Agora veremos como manter o alcance desejado.

  • Para manter um longo alcance – muito trabalho de pernas andando/correndo e/ou golpeando com força. Você pode escolher um ou usar os dois. Ou se você tiver sorte, vocês dois serão do tipo descuidados.
  • Para manter uma distância de aproximadamente um metro – muito trabalho de pernas rápido para frente e para trás, golpes rápidos, e golpes fortes.
  • Para manter a distância dos braços – corte o ringue, mova para frente, fique preparado para atacar.
  • Para manter uma distância curta – corte o ringue, mova para frente, tenha boas habilidades de clinch se precisar, com sorte o árbitro não irá separá-los com frequência.

Controlar o ritmo e a distância tem muito a ver com sua resistência, trabalho de pernas, força do golpe, e claro, toda sua habilidade no boxe. Você precisa de tudo isso se você quer controlar a distância. Se você não tem pernas boas ou resistência, então você precisará ter uma defesa sólida e força de ataque suficiente para trocação. Se falta habilidade, você terá que conseguir isso de alguma forma.

  • Aqueles com maior resistência tem uma chance maior de manter o alcance que querem.
  • Aqueles com maior habilidade tem uma chance maior de se sentirem mais confortáveis a qualquer distância.
  • Aqueles com maior força tem uma chance maior de manterem o oponente longe.
  • Aqueles com melhor trabalho de pernas tem uma chance maior de mudar a distância.

Controlar o alcance e o ritmo
exige resistência, trabalho de pernas, força nos golpes e habilidade.

 

Controle de Alcance Dicas Avançadas

Alcance é psicológico.

A percepção do alcance nunca é o mesmo entre dois lutadores. O cara mais baixo sempre sente como se estivesse muito longe, enquanto o mais alto parece sempre estar ao alcance. O cara cansado sempre sente como se não tivesse espaço suficiente. O mais lento sente que ele não consegue encontrar aberturas. O que está perdendo a luta sempre sente como se a luta estivesse mais num ritmo mais rápido do que ele quer. Alcance e intensidade são SENTIMENTOS. E sentimentos são uma questão de conforto.

Parte do controle de alcance e ritmo tem haver com saber como seu oponente se sente. Também tem haver com saber como ajustar sua estratégia. Com os ajustes corretos, você pode fazer seu oponente se sentir como você quiser. Você pode fazê-lo SENTIR como se você estivesse muito longe, ou muito perto, muito agressivo, ou muito esquivo. Tem haver com mudar o modo como você se movimenta, ataca e defende. Eu posso dar alguns exemplos de como eu faço mas saiba que há muito mais que eu não vou e nem posso explicar. Eu posso ensinar movimentos, mas sentimentos… de forma alguma (pelo menos não pela internet).

 

Se eu quero que meus oponentes sintam…:

  • que estou longe – eu tento manter meu corpo e cabeça fora do alcance e fico defendendo os golpes com minhas mãos longe do meu rosto. Isto faz com que ele sinta como se precisasse ultrapassar uma barreira entre nós antes de me alcançar.
  • que estou ao alcance – eu tento fazer contato constantemente. Eu aproximo e fico tocando suas luvas, braços, ou ombros. É uma maneira súbita de dizer “eu posso te tocar, eu consigo te alcançar.”
  • que eu estou muito agressivo/aumentando a intensidade – eu lanço ou ameaço mais golpes com a mão direita e cruzados de esquerda. Ou mesmo quando ele bloqueia, eu ainda acerto sua guarda com muita força.
  • que eu estou passivo – eu me movimento muito e defendo de forma lenta.
  • que eu estou atento – eu ajo de forma passiva algumas vezes e agressiva em outras. Por exemplo, bloqueio seus jabs de forma lenta e então contra ataco violentamente quando ele deixa um direto de direita.
  • que eu sou rápido – eu uso muitos movimentos com a cabeça e ameaças. Eu me agito muito e exalo rápido enquanto me movo. Isto não apenas assusta oponentes lentos mas também ajuda a diminuir o ritmo de oponentes rápidos quando eu coloco alguma dúvida em sua própria velocidade.

Você pode controlar a luta
controlando a forma como seu oponente se sente.

boxing ebook Advanced Boxing Techniques A Dieta de 30 Dias dos Lutadores
Aprendeu alguma coisa? Compartilhe!



2 Comentários

Rafael agosto 11, 2015 às 12:51 pm

Boa tarde, tudo bem?? Gostaria de acrescentar mais esse link pra acrescentarem, se nao for muito encômodo rsss http://www.expertboxing.com/boxing-strategy/counter-punching/the-3-axes-of-boxing

Resposta

Marcelo setembro 23, 2015 às 7:48 am

Sensacional esse artigo! parabens, estou ha uns 4 dias lendo o site todo!! só conteudo de primeira!

Resposta

Deixe um Comentário

Compartilhe sua opinião com outros boxeadores. Por favor, seja respeitoso.
Emails nunca serão publicados ou compartilhados.
Quer seu próprio avatar nos comentários? Faça um Gravatar!

Post anterior:

Post seguinte:

Copyright © 2008-2013 Como Boxear | ExpertBoxing. All rights reserved