Como Golpear Com Efeito Chicote

14 junho, 2010 14 junho, 2010 por Johnny N Técnicas de Golpes, Técnicas do Boxe 13 Comentários

como golpear efeito chicote

Aprenda a golpear com efeito chicote. Se você deseja adicionar velocidade e um poder nocauteador aos seus golpes leia esse guia agora!

 

Muitos lutadores nunca foram treinados para utilizar esse tipo de golpe. Eles nem mesmo sabem a diferença entre um golpe com efeito chicote e um golpe com efeito empurrão. Infelizmente para mim, eu também não sabia a diferença quando comecei. Não aprendi lendo o livro do Jack Dempsey ou assistindo o documentário do Bruce Lee. Aprendi apanhando o tempo todo dos boxeadores que eram melhores que eu. Eu percebia que eles eram melhores do que eu, mas eu não sabia PORQUE! Demorou um tempo para que eu notasse que as técnicas dos golpes que eles usavam eram diferentes das que eu usava. Foi interessante descobrir que havia outras coisas além do jab-direto-cruzado-uppercut!

Muitos boxeadores iniciantes não percebem que quando tentam bater com força, estão na verdade empurrando com o golpe. Isso faz com que gastem mais energia, se movimentem mais devagar e não causem muito dano no oponente. Além disso, ficam mais expostos aos contragolpes e com a habilidade de boxear limitada. Toda vez que eu golpeava empurrando um boxeador melhor, ele simplesmente defendia meu golpe e desequilibrava minha base.

Aprender como golpear com efeito chicote irá permitir que você utilize sequências rápidas e minimize os riscos de ser contragolpeado. Golpes com o efeito chicote farão você aproveitar melhor sua energia, ao mesmo tempo em que causará mais dano no seu oponente.

 

Golpes Com Efeito Chicote VS Golpes Com Efeito Empurrão

Considero o golpe com efeito chicote um tipo de golpe oposto ao que tem efeito de empurrar o alvo.

O que é um golpe com efeito empurrão

Um golpe com efeito empurrão é aquele onde o punho tenta “atravessar” o alvo para causar mais dano. Praticantes de artes marciais normalmente acreditam que um golpe com efeito empurrão seria como um projétil de arma de fogo. A força do golpe irá atravessar a superfície do impacto maximizando o dano em toda área que estiver além dessa superfície. É chamado de golpe com efeito empurrão porque o golpe deve ser executado com a extensão total do braço e do corpo.

O que é um golpe com efeito chicote

Um golpe com efeito chicote é um golpe lançado rapidamente que procura ter menos contato com a área de impacto do alvo. O golpe com efeito chicote atinge o alvo e retorna quase que imediatamente depois do impacto ao invés de ser empurrado para que o impacto seja prolongado forçando o golpe através do alvo. É chamado de efeito chicote porque o braço rapidamente retorna à guarda depois de atingir o alvo.

Desvantagens dos Golpes Com Efeito Empurrão

Na maioria das situações proporcionadas pelo boxe, esse golpe com efeito empurrão é um esforço desnecessário. Assim como um investidor não aplica todo seu dinheiro em apenas um investimento e um fazendeiro não coloca todos os ovos em uma única cesta, um boxeador não deveria jamais colocar toda sua energia em um golpe. Boxe não é uma competição de quebra de tijolos.

Alguns especialistas em lutas poderão argumentar que os golpes com efeito empurrão aumentam as probabiliidades de se nocautear o oponente, mas eu discordo. Por uma razão, um nocaute é obtido quando você supera a capacidade que o corpo do seu oponente tem de absorver golpes antes de “desligar”. Se seu oponente tem 50 como capacidade de absorver golpes (um número para exemplificar), então qualquer golpe que ele receba acima de 50 irá nocauteá-lo. Se eu puder lançar 4 golpes com efeito chicote e com 50 de poder (poder de nocautear) contra lançar 1 golpe com 200 de poder, definitivamente escolherei os 4 golpes com 50 de poder. Aplicar 4 vezes o esforço necessário para nocautear seu oponente é como tentar encher um copo com uma garrafa inteira de água. É um esforço desnecessário e inútil!

Por que eu iria me expor desnecessariamente colocando tanta energia em apenas um golpe? Eu estaria apenas desperdiçando energia e ficando mais vulnerável aos contragolpes se eu errar. Não estou dizendo que os golpes com efeito empurrão são inúteis e jamais devem ser usados. Estou dizendo apenas que, baseado na teoria do boxe de “acertar e não ser acertado”, os golpes com efeito chicote são de fato melhores do que os golpes com o efeito empurrão, por causa das qualidades defensivas que o primeiro oferece.

Eu realmente acredito que os golpes com efeito empurrão tem uma vantagem em uma situação, que é quando são lançados no corpo do oponente. Mas quando são lançados na cabeça podem ser considerados desperdício porque a cabeça é uma superfície dura que rebate a força no momento que você a atinge, então o golpe nunca será capaz de “penetrar”. Porém, um golpe com efeito empurrão direcionado ao corpo poderá com certeza causar dano nos órgãos internos do oponente. Mas mesmo assim, eu escolheria os golpes com efeito chicote nessa situação, porém fiquem à vontade para tentar ambos.

Vantagens dos Golpes Com Efeito Chicote

Os golpes com efeito chicote tem um poder devastador. Quando lançados corretamente, podem transferir muita energia do movimento do seu peso corporal para o oponente. Ao invés de apenas empurrar seu oponente, você usa a aceleração e a força para atacar com golpes destruidores. Um golpe com efeito chicote tem mais velocidade, o que aumenta as chances de atingir o alvo ao mesmo tempo em que retorna mais rápido à sua guarda fortalecendo sua defesa e assim permitindo que você golpeie novamente com mais velocidade. O golpe com o efeito chicote não é apenas um tapa. Na verdade ele penetra e realmente “acerta” o alvo para causa dano. A diferença é que você retrai seu punho para sua guarda imediatamente após acertar o alvo.

O golpe com efeito chicote preserva sua defesa porque sua mão retorna para a guarda imediatamente após o golpe ao invés de permanecer alguns décimos de segundo a mais empurrando o oponente. Se você errar um golpe com efeito empurrão você ficará com certeza muito vulnerável. Então para resumir bem, o golpe com efeito chicote permitirá que você cause dano no oponente ao mesmo tempo em que mantém por mais tempo sua guarda alta. Em um esporte onde a função do atleta é atingir sem ser atingido, golpes com efeito chicote são a escolha perfeita.

 

Teoria & Técnica dos Golpes Com Efeito Chicote

A força oculta do golpe com efeito chicote está na sua atitude mental. Você deve imaginar o golpe com efeito chicote como um método para transferir a energia do seu corpo relaxado, através dos seus braços, expelindo a força no punho durante o impacto, e então retornando o punho para a guarda de maneira fluída, deixando a energia do impacto com seu oponente ou alvo. O conceito do golpe com efeito chicote é RELAXAMENTO MUSCULAR, VELOCIDADE, FORÇA e RECUPERAÇÃO. A musculatura que estiver relaxada no estágio inicial do golpe terá um potencial maior para explodir (estender-se) com mais velocidade e força do que a musculatura que estiver tensa. Com foco máximo no movimento explosivo, você causará o dano máximo ao seu oponente. O braço que forma o golpe funcionará como um elástico acelerando o punho à velocidade máxima, atingindo o alvo e então retornando rapidamente logo após o impacto. Você pode usar qualquer tipo de golpe para a técnica do efeito chicote, desde que concentre-se no RELAXAMENTO MUSCULAR, VELOCIDADE, FORÇA e RECUPERAÇÃO.

 

Como Lançar Golpes Com Efeito Chicote

Relaxar

O golpe com efeito chicote começa com braço e corpo totalmente relaxados. A musculatura relaxada tem um potencial para a velocidade maior, isso significa que seu golpe irá sair com velocidade maior do que se você estivesse com o braço tenso, que seria a contração muscular padrão usada no golpe com efeito empurrão. Para relaxar seu corpo, você também deve relaxar sua mente! Não pense em ser excessivamente agressivo, ao invés disso pense em ser surpreendente lançando um golpe controlado e com efeito chicote.

Explodir

Assim que o golpe com efeito chicote for lançado, o braço rapidamente dispara a partir de um estado de repouso em alta velocidade. Uma expiração explosiva também irá adicionar explosão ao movimento. (Não expire uma grande quantidade de ar, apenas dispare sua respiração expirando forte e RÁPIDO!)

Soltar

O problema com alguns boxeadores e usuários do golpe com efeito empurrão é que eles tentam prolongar os golpes. Eles não percebem que eles estão inconscientemente contraindo o braço, tensionando a musculatura do antebraço e punho quando tentam atingir o alvo. Quando você lançar o golpe e estiver no começo do movimento, apenas relaxe o corpo e deixe o golpe seguir a trajetória com força total. Novamente, não tente controlar seu braço ou punho quando lançar o golpe. Apenas deixe-o seguir a trajetória e tenha confiança de que irá acertar o alvo.

Diminuir a Duração do Impacto

Feche o punho com força SOMENTE no momento do impacto. Certifique-se que seu punho atingiu o alvo quando você ouvir o som “SMACK” do golpe no seu oponente. Imediatamente após o impacto, relaxe o braço e rapidamente recupere-o para sua guarda, deixando a energia do impacto se espalhar pelo seu oponente.

Recupere-se Rapidamente

Recuperar-se do movimento rapidamente é difícil porque normalmente queremos conservar energia e também ter certeza de que a força do golpe foi transferida para o oponente. Se você retornar seu braço muito rapidamente para a guarda, a potência dos seus golpes irá diminuir E a musculatura do seu ombro usará mais energia para retornar o braço para a guarda, já que você está ordenando que a musculatura do seu ombro haja com efeito contrário à musculatura do tríceps que acabou de lançar o golpe. Se você fizer o oposto disso e prolongar muito o golpe, ele pode se tornar um golpe com efeito empurrão. A maneira mais fácil para ter o tempo perfeito e retornar o braço para a guarda é permitir que a força do impacto “rebata” seu punho de volta para você. Com a repetição, ao estiver treinando sem ter um alvo (sombra por exemplo) seu braço retornará automaticamente no tempo certo se estiver RELAXADO, pois se lembrará do movimento muscular exato de extensão.

 

Visualização

Essa é a parte mais difícil de ensinar o golpe com efeito chicote. Quando ensino às pessoas como golpear, tenho que utilizar referências diferentes para pessoas diferentes. Então lembre-se que esses são apenas alguns métodos de exemplificação, referências ou VISUALIZAÇÃO. Eles podem funcionar ou não. São apenas formas diferentes de se visualizar o golpe e cabe a você descobrir qual o ajuda mais a compreender o golpe com efeito chicote.

Método 1 – Golpe Em Dois Quadros

Esse método ajuda você a golpear com mais velocidade e explosão. Não imagine seu punho fazendo uma trajetória em câmera lenta até o oponente. Ao invés disso, imagine seus punhos explodindo a partir do seu corpo na direção do seu oponente. É como se fosse um movimento tão rápido que não seria possível observar o golpe fazendo a trajetória no ar. Imagine que se alguém estivesse assistindo você golpear, seus golpes simplesmente desapareceriam da posição inicial e instantaneamente apareceriam atingindo o alvo, no caso, o oponente.

Método 2 – Lançamento Relaxado, Retorno Relaxado

Seus golpes iniciam com a musculatura relaxada, tem uma fase de aceleração durante a trajetória e chegam à velocidade máxima centímetros antes do impacto. Você inicia seus golpes lentamente (em câmera lenta) e faz com que seu corpo faça o efeito chicote adicionando velocidade e força quando o movimento se aproxima do final. Esse método permite que seu corpo tenha tempo para adicionar peso ao golpe no começo do movimento, antes de rotacionar o punho e antes de atingir o alvo. A respiração também é similar – você expira lentamente no começo do golpe e acelera essa expiração rapidamente assim que o golpe atinge o alvo. O retorno do braço para a guarda deve ocorrer de maneira relaxada conforme o peso do corpo se distribui para que outro golpe em sequência seja lançado da mesma maneira.

Método 3 – Recuperação Adiantada

Tente retornar seu braço para a guarda antes do que você normalmente faz. Tente fazer essa recuperação antes para que o golpe quase não penetre no saco de pancadas. Você poderá perceber que todas as suas sequências de golpes se tornarão mais rápidas e terão o efeito de chicote ampliado porque seus punhos irão tocar o alvo por menos tempo e também irão permanecer em trajetória por menos tempo.

Método 4 – Dê Um Choque, Não Empurre

Muitas pessoas dirão que seus golpes não devem empurrar o saco de pancadas, que na verdade o saco de pancadas deveria estar tremendo sob o mesmo eixo como se estivesse tendo uma convulsão. O saco de pancadas não deve ficar balançando para todos os lados se você estiver utilizando a técnica do efeito chicote corretamente. Ao invés disso, ele deve tremer no mesmo lugar como se estivesse tendo uma convulsão.

Método 5 – Golpeie A Partir dos Quadris

Não imagine seus punhos como sendo pesos conectados ao final dos seus braços. Ao invés disso, imagine seus punhos como sendo pesos conectados aos seus quadris. Seus braços e mãos ficarão relaxados e nivelados aos seus quadris conforme você se movimenta ao redor do saco de pancadas. Quando você estiver pronto, rapidamente firme sua base no chão e contraia o abdômen, imaginando que suas mãos ganham “peso” e dispare esse peso com velocidade a partir dos quadris.

Método 6 – Não Mire

Esse método ajuda você a relaxar suas mãos ainda mais e permite que seu corpo se movimente mais naturalmente utilizando a velocidade e a força que você realmente tem ao invés de utilizar “movimentos programados nos golpes”. Basicamente o que você deve fazer é golpear o saco de pancadas sem mirar. Apenas lance seus punhos em qualquer lugar do saco de pancadas. Tente fazer com que cada golpe atinja um local próximo de onde o golpe anterior atingiu, sem “controlar” muito o golpe.

Método 7 – Roubando Pão

Ouvi essa analogia engraçada ser usada para descrever o movimento rápido do golpe e percebi que poderia ser útil. Basicamente você deve imaginar que sua mão está sendo disparada na direção do seu oponente, de uma forma relaxada. Seu punho irá rotacionar e tensionar como se você estivesse “pegando uma grande quantidade de pão” e rapidamente traga seu punho de volta à guarda. Vamos roubar pão!

Método 8 – Chicote VS Bastão

Visualize seu braço como sendo um chicote. Todo golpe (exceto o jab) tem um movimento de preparação onde você relaxa o braço fazendo com que seu peitoral se alongue levemente antes de você lançar o braço para frente e criar o golpe com movimento rápido de chicote. O que você NÃO DEVE fazer é tensionar seu braço e balançá-lo “como um bastão” antes do golpe. Novamente, golpeie como um chicote, não como um bastão.

Método 9 – Toque o Saco de Pancadas

Quando você atinge um golpe com efeito chicote corretamente, você ouvirá um som de “smack” causado pelo impacto do golpe. Quando você atingir um golpe com efeito empurrão, o som será diferente e você ouvirá algo mais abafado, como “tuf”. O som “smack” aparece porque você está tocando o saco de pancadas com golpes com efeito chicote perfeitos. Vá em frente, escute seus golpes, e tente causar o “smack” no saco de pancadas.

Método 10 – Rebata o Golpe

Quando você golpear, rebata (retraia) seu golpe do alvo o mais rápido que puder. Isso obrigará você a perceber o tempo correto de retorno à guarda para executar corretamente o golpe com efeito chicote. Você deve contrair a musculatura dos ombros e das costas para golpear com firmeza, e então deve relaxar essa musculatura para que o punho seja rebatido pelo alvo.

 

Como Praticar O Golpe Com Efeito Chicote

LEIAM LEIAM LEIAM! Essa é a parte mais importante do guia!

Desligue A Energia

Essa é a dica MAIS IMPORTANTE para o golpe com efeito chicote: para realmente treinar esse golpe, você precisa aprender a não “carregar” seus golpes. Quando você estiver treinando pela primeira vez o golpe com efeito chicote, você deverá manter seus braços e corpo relaxados. Não tente golpear com força ou muito rápido. Relaxe e deixe o braço fazer a trajetória com sua velocidade natural. (Tente com 25% da sua força e 25% da sua velocidade. Se estiver em dúvida, se esforce ainda menos). Você IRÁ se sentir ridículo e bobo tentando atingir o saco de pancadas sem força. Novamente, não tem a ver com rapidez ou lentidão, apenas relaxe e deixe o punho atingir o alvo com esforço mínimo. Você está aprendendo a golpear com técnica e não com energia, então DESLIGUE A ENERGIA!

Retorno Natural

Muitos boxeadores desperdiçam energia e diminuem o poder do golpe com efeito chicote quando retornam seus punhos para a guarda muito cedo ou muito tarde quando golpeiam. Retornar seu punho para a guarda muito cedo tira a força do golpe e desgasta mais sua musculatura já que você estará ordenando que parte da sua musculatura recupere o golpe enquanto outra parte ainda está golpeando. Já retornar seu punho muito tarde basicamente transformará seu golpe em um golpe com efeito empurrão, que é a ideia contrária ao que estamos tentando.

A melhor forma de praticar para ter um retorno natural perfeito é deixar o impacto rebater seu punho para você. É como dizer aos boxeadores que acertem o saco de pancadas e deixe o punho cair imediatamente após o impacto. Muito provavelmente, seus punhos irão atingir o saco de pancadas e então serão rebatidos e cairão para sua cintura já que você não estará controlando-os. Quando você entender o tempo perfeito para recuperar seus punhos sem ser muito cedo ou muito tarde, você perceberá exatamente o momento correto. Um retorno natural perfeito é o equilíbrio entre maior dano causado e menor esforço realizado para recuperar o punho à guarda.

Punhos Verticais

Percebi que muitos boxeadores não conseguem executar o efeito chicote porque estão muito concentrados em controlar o braço durante toda execução do movimento do efeito chicote. Eu sugiro tentar isso: relaxe as mãos e golpeie com os punhos em posição totalmente vertical. Você deverá lançar jabs, diretos e cruzados com os punhos em posição vertical. Você deverá sentir que seus braços estão mais relaxados e se movimentam com mais velocidade já que você não terá que se preocupar em rotacionar o punho como normalmente faria. Os punhos verticais devem ser usados somente nos treinamentos. Quando aprender o tempo correto, você deverá praticar novamente com os punhos sendo rotacionados, que é a técnica correta.

Ajustar O Retorno

Algumas pessoas ainda não conseguem fazer o efeito chicote. O que você pode sugerir a partir de agora é uma experiência com o momento de retornar o punho à guarda. Você começa o retorno depois que o golpe penetrar 1 centímetro no saco de pancadas. Ou você pode começar o retorno imediatamente após ouvir o som “smack” causado pelo impacto. Seja qual for sua escolha, encontre o momento exato para o retorno que faz seu golpe ter maior efeito chicote e que tenha maior velocidade e força.

Use Seu Corpo

Certifique-se de usar seu corpo movimentando-o junto com seus golpes. Se você estiver golpeando somente com os braços, não terá força nos golpes, somente velocidade. Pense nos golpes rápidos como se estivesse tocando seu oponente. O que você quer é FORÇA o que significa que precisará colocar um pouco de peso no golpe. Utilizar o peso do seu corpo quando golpeia é a melhor forma de colocar peso atrás dos seus golpes.

Treine Seus Músculos da Recuperação

Esse é um ponto muito importante. Eu vejo muitos boxeadores e lutadores que somente fazem exercícios para fortalecer os músculos relacionados aos golpes (flexões de braço, flexões nas barras) ao invés de treinar também os músculos que fazem o trabalho de recuperação dos golpes (costas, deltóides). Pense sobre isso, o movimento de golpear tem duas fases: a fase de lançamento onde o punho está saindo na direção do oponente e a fase de recuperação onde o punho retorna para sua guarda. Se você treinar somente a musculatura envolvida na primeira fase, seu movimento de recuperação continuará lento.

Agora se você treinar também a musculatura que faz a recuperação, você poderá recuperar seus punhos para sua guarda com mais velocidade e isso significa que você poderá golpear em sequência também com mais velocidade e com efeito chicote! Recomendo fortemente que treinem muito no ar, com sombra e também com teto-solo, já que esses são os melhores treinos para desenvolver a musculatura de recuperação dos golpes. Com esses treinamentos, você tem mais chances de golpear no ar e assim seus músculos de recuperação serão mais exigidos. Se você somente treinar no saco de pancadas, a sua musculatura de recuperação não será bem desenvolvida, pois o saco de pancadas rebate seu punho para você. Outros exercícios que recomendo são aqueles que usam halteres leves.

 

Grandes Exemplos de Boxeadores Com Efeito Chicote

Você pode ver a vantagem de golpear com efeito chicote nesses campeões mundiais listados abaixo:

Ainda que eles tenham o poder de nocautear com apenas um golpe, você pode notar que eles não nocauteiam os oponentes com apenas um golpe. Eles continuam trabalhando as sequências de golpes até que o nocaute apareça. Qualquer um pode ver que eles estão utilizando golpes com efeito chicote e não golpes com efeito empurrão. Veja como os braços deles estão relaxados e parecem ser de borracha quando eles golpeiam.

Veja meu video para ter uma aula visual de como golpear com efeito chicote.

 


Veja o cara grandão! Exemplo perfeito de efeito chicote!

 

Conclusão

Quando comecei a aprender sobre o efeito chicote, eu o fiz para melhorar minha força e habilidades de ataque. O que eu não esperava era melhorar minha defesa. Com o tempo, percebi que o efeito chicote não é uma técnica especial ou secreta. É uma técnica essencial que todo lutador deveria aprender para melhorar o ataque e a defesa enquanto gastam menos energia. Praticamente TODOS os boxeadores de alto nível usam golpes com efeito chicote!

Benefícios dos golpes com efeito chicote sobre os golpes com efeito empurrão:

  • Mais dano causado
  • Mais velocidade nas mãos
  • Retorno à guarda mais rápido
  • Menor risco de ter seus golpes bloqueados ou de ser desequilibrado

A melhor coisa sobre o efeito chicote é que é muito difícil aprender no começo, mas quando você conseguir você vai se divertir muito usando. Você saberá quando finalmente aprender porque vai sentir que seus golpes ficaram pelo menos três vezes mais fortes. Irá impressionar a todos na academia e ganhará o respeito dos seus oponentes por sua habilidade com os punhos, além da sua habilidade com o boxe. Fico envergonhado em admitir que boxeei por muito tempo sem saber como utilizar o efeito chicote, mas agora fico feliz porque eu sei. Fez muita diferença para mim e tenho certeza que fará para você também.

boxing ebook Advanced Boxing Techniques A Dieta de 30 Dias dos Lutadores
Aprendeu alguma coisa? Compartilhe!



13 Comentários

Kauê janeiro 5, 2014 às 10:18 am

Eu tive sorte de ter encontrado o seu blog… Sou novo no boxe, e antes eu não entendia como os lutadores de alto nível conseguiam aquelas sequencias tão rápidas e efetivas, hoje mesmo já dei alguns socos no ar e pude notar uma grande diferença, pra melhor e a partir de amanha começo a por em pratica la na academia…
Muito obrigado, seu texto é muito bom, seu conteúdo é melhor ainda!

Resposta

Everton janeiro 31, 2014 às 12:37 pm

Obrigado pela visita Kauê e bons treinos!

Resposta

gustavo março 14, 2014 às 10:09 am

excelente!!!! percebo também que quando tento dar efeito chicote minhas mãos doem ao tocar o saco…quando golpeio com efeito empurrão, não…será a energia?

Resposta

lopes março 17, 2014 às 12:53 pm

Vc é genio cara!! tenho pena de seus oponentes, vc é um verdadeiro cientista da nobre arte
Parabéns!!!!

Resposta

Luciana maio 8, 2014 às 7:27 pm

Dicas extremamente úteis! Principalmente a dica sobre os golpes com efeito chicote, se eu conseguir aplicá-las no treino de forma correta, vão me ajudar e muito. Eu me canso rapidamente no treino, principalmente por contrair muito os músculos. Obrigada!

Resposta

Henrique dezembro 28, 2014 às 3:24 pm

Dicas muito úteis !! eu ja luto a algum tempo mas já avia chegado a um ponto onde não via meu desenvolvimento aumentando apenas via minha resistência aos golpes de meus adversários dando trabalho a eles com este e outros treinos e técnicas desse blog comecei a ver meu desenvolvimento melhorando novamente !! vlw muito Obrigado !!

Resposta

Eduardo janeiro 30, 2015 às 1:46 am

Excelentes dicas,eu costumo iniciar uma sequencia exemplo jab jab,direto cruzado com golpes de efeito chicote e colocar o efeito empurrão no ultimo golpe (caso o meu oponente tenha aberto a guarda)

Resposta

Fábio Luiz setembro 19, 2015 às 10:14 pm

Muito importante esta técnica deixar a pancada rebater o golpe ganhando velocidade

Resposta

Roger setembro 21, 2015 às 9:43 am

Comentário muito bom, assim como o blog!
O que aconteceu comigo foi curioso: pois estou iniciando no boxe e já tive experiência anterior com TKD, onde esse lance de explosão é regra.
Então eu treinando, comecei a [tentar] usar melhor o movimento do quadril, e “bater rápido e voltar”. Senti que estava sendo mais eficaz, que estava pegando melhor o golpe, fazia o “smack”, mas não sabia se estava correto, se eu estava inventando moda, nem explicar, nem sabia que tinha esse nome (efeito chicote).
Aí pesquisando encontrei sua explicação… perfeito! parabéns!

Resposta

Jorge outubro 15, 2015 às 6:45 pm

Entre 1 golpe com 200 e 4 golpes com 50 em um lutador que aguenta 50, você escolhe 4 golpes com 50. Na mesma frase você diz que os 4 golpes com 50 é inútil. Qual é o sentido disso?

Resposta

Alan janeiro 19, 2016 às 11:10 am

Sua interpretação que está errada amigo.

“Aplicar 4 vezes o esforço necessário para nocautear seu oponente é como tentar encher um copo com uma garrafa inteira de água. É um esforço desnecessário e inútil!”

O esforço necessário para nocautear, no exemplo assim, é de 50. Por que devo gastar energia num único soco 4 vezes (200) mais forte do que o necessário para ter o mesmo efeito?

Resposta

Paulo Costa fevereiro 2, 2016 às 8:22 pm

Olá!
Adorei a matéria. Sou formado em educação física faixa preta em kickboxing, karate e possuo curso de instrutor de Boxe pela FACABOXE, me dedico ao ensino do Karate e pesquisas de lutas para meu mestrado.
O efeito chicote é básico no Karate e não se aplica só no soco mas em chutes também – no Karate é chamado de Hiki-Te ( o efeito chicote nos socos) e Hiki-ashi ( nos chutes).
É treinado todos os dias no Karate; o que é bem difícil de obter perfeição. Mestre Funakoshi ( fundador do karate) disse a mais de 70 anos: “Aprenda a usar o Yin e o Yang na luta – Duro e suave, contração e relaxamento.” é bem o que diz na sua página.
Parabéns pela postagem.

Resposta

Weverton Dias maio 30, 2016 às 11:47 am

Pelo menos uma vez por dia tenho que entrar aqui para ler, ouvir e assistir algumas dicas…disparado o melhor site BR sobre boxe…vlw

Resposta

Deixe um Comentário

Compartilhe sua opinião com outros boxeadores. Por favor, seja respeitoso.
Emails nunca serão publicados ou compartilhados.
Quer seu próprio avatar nos comentários? Faça um Gravatar!

Post anterior:

Post seguinte:

Copyright © 2008-2013 Como Boxear | ExpertBoxing. All rights reserved