As 3 Fases da Técnica de Golpear

9 dezembro, 2013 9 dezembro, 2013 por Johnny N Técnicas de Golpes, Técnicas do Boxe 4 Comentários

As 3 Fases da Técnica de Golpear

Na verdade o título correto desse artigo é “Porque Levantar Peso Não Aumenta a Força do Golpe – PARTE 3”.

Por que eu continuo voltando a esse tópico delicado? Não é porque eu quero que todos os esportistas experientes leiam esse artigo e me odeiem. (Não, eu não preciso disso.) É simplesmente porque eu quero mudar o modo como as pessoas enxergam a forma de golpear.

Para mim não é importante se você levanta pesos ou não. O que é muito mais importante e benéfico para a potência do SEU golpe é como VOCÊ vê a técnica de golpear.

O que eu vou compartilhar não é NOVO. Eu não inventei. Está aí há muito tempo e agora eu compartilho com aqueles que tem curiosidade para ver as coisas de forma diferente. Esta é a maneira que os melhores pugilistas veem a técnica de golpes.

 

AVISO: Pesos e Força do Golpe

Para economizar tempo e prevenir argumentos desnecessários nos comentários abaixo causados por qualquer desentendimento, eu vou estabelecer meu ponto de vista antes de começar o artigo.

 

1. Você está dizendo que levantar peso não vai aumentar a potência do golpe?

Não exatamente. Levantar pesos, junto à outros métodos de treinamento para resistência, pode ou não aumentar a potência do golpe. Eu não posso dizer com certeza que sim ou que não porque realmente depende de como você está treinando e para qual aspecto do seu golpe.

 

2. Qual o objetivo deste artigo?

Meu principal objetivo é aumentar a potência do SEU golpe. A maneira mais fácil de fazer isso é mudar o modo como você vê a técnica de golpear. E uma das formas mais fáceis para saber que alguém está olhando a técnica de golpear de maneira incorreta é quando você vê que eles acreditam fortemente em levantar pesos.

 

3. Por que eu deveria te ouvir?

Você não precisa. Eu estou compartilhando ideias livremente. E você não tem que gostar, você pode ler qualquer outra coisa. Não precisa ficar irritado ou ser ofensivo nos comentários. Ninguém está impondo essas ideias para você.

 

4. Qual sua credibilidade? Você já levantou pesos? Com quem você treinou?

Eu fiz levantamento de peso há muito tempo atrás. Eu treinei com e sem pesos. (Mais importante, eu treinei usando uma variedade de métodos diferentes que não podem ser simplesmente categorizados como “com pesos” e “sem pesos”.) Eu treinei com muitos campeões de boxe amadores e profissionais e falei com muitos treinadores de boxe capacitados (novos e velhos). Eu testei meus próprios resultados e supervisionei muitos outros lutadores na academia. Minhas opiniões são o resultado de anos de meu próprio treinamento assim como o acompanhamento de muitos outros lutadores e treinamentos diferentes.

 

5. E se levantar peso realmente AUMENTAR a potência do meu golpe?

Bom para você! Se funciona e você gosta, continue fazendo! Enquanto isso, você pode querer procurar outras coisas para ver se pode te ajudar ou te aperfeiçoar. Não custa nada tentar algo novo e voltar ao que você estava fazendo se você não gostar.

 

6. Você está dizendo que eu devo parar de levantar pesos?

Claro que não. Você deve fazer o que funciona para você. Levantar pesos (assim como qualquer treino de resistência) pode ajudar nos movimentos do boxe no geral aumentando a força, resistência, poder, velocidade, etc, etc. Se você acha que é benéfico para seu condicionamento no boxe, continue. Este artigo é simplesmente para explicar como eu acho que levantar pesos PESADOS afetam pouco a potência do seu golpe. O importante é que você mude seu treino se você sentir que não está te beneficiando. Sempre procure mudar e melhorar o que você tem. Isto é sempre uma boa ideia.

O ponto alto é aprender como usar seu corpo (o que significa entender a técnica de golpear). Mesmo se você desistir de levantar pesos mas ainda tentar golpear usando a técnica antiga (como se você tivesse seus músculos de levantador de peso), não vai te ajudar muito.

 

7. E se eu ficar irritado com o que você está dizendo e achar que você é um idiota?

Eu entendo que você possa ficar emocionalmente ofendido porque é diferente de como você pensa. Entretanto, eu irei deletar seus comentários se você não puder respeitar minhas opiniões (assim como dos outros). De qualquer forma, eu prefiro que você reclame de mim no seu blog, assim todos os seus leitores podem encontrar meu site. 🙂

 

 

Vamos analisar a técnica de golpear

Existem inúmeras maneiras de analisar técnicas de golpes mas esta é a principal que vou usar na abordagem deste tópico em específico.

 

As 3 fazes de um golpe

  • PRIMEIRA FASE – a geração da força (criar a força)
  • SEGUNDA FASE – a distribuição da força (lançamento da mão)
  • TERCEIRA FASE – a transferência da força (integridade do impacto)

Esta é a maneira rápida que vou usar para explicar a diferença entre as formas de olhar para a técnica de golpear. Primeiro, há a geração de energia no seu corpo para causar dano. Então vem o lançamento da sua mão que você usará para conectar a força ao seu oponente. Finalmente, há a transferência de força do seu corpo, através do seu braço, para seu oponente.

 

A primeira fase do golpe é apenas o FORMATO, não a técnica

Principiantes geralmente focam na PRIMEIRA FASE do golpe. Este é o movimento inicial do corpo onde o corpo inteiro é ativado, gira, executa pivôs, rotaciona e estende para o golpe. Este é o verdadeiro movimento do golpe que você aprende.

Você se lembra daquela época em que seu treinador te ensinava como lançar um golpe? Os quadris giram e o pé faz um pivô, e braços se estendem, e as mãos giram. Lembra-se de todos esses pequenos detalhes técnicos? Estes são apenas a primeira fase do golpe.

Todos esses detalhes são apenas o MOVIMENTO do golpe. Eles não são completamente responsáveis pela força e sentido do golpe. O erro comum é aprender a forma correta para golpear e pensar que isto é tudo sobre a técnica de golpear. E por essa razão… tem muitos caras pensando que possuem ótimas técnicas de golpear quando tudo que eles realmente tem é apenas um ótimo formato para o golpe, e eles não conseguem entender porque a força do golpe deles não vale nada.

Existe muito mais coisas a se fazer INTERNAMENTE e ainda tem o timing e muitas outras coisas. Estender seu punho até o adversário não é o único detalhe técnico existente para ter força no golpe.

TÉCNICA de golpear é muito mais
que o FORMATO do golpe.

 

As partes mais importantes para a força do golpe estão nas fazes 2 e 3

A segunda fase da técnica de golpear é SOLTAR a mão. Não apenas soltar a mão mas o braço inteiro. E talvez, se você conseguir, é melhor ainda soltar o corpo todo. Mas claro, é difícil explicar como “soltar” o corpo todo. Não é como relaxar quando você deita em um colchão. É mais parecido em deixar seu corpo ficar rígido como uma pedra. Basicamente, é relaxar mas de uma maneira muito CONTROLADA. Isto é difícil de explicar porque é difícil pegar o conceito de controlar alguma coisa enquanto você a solta. (É ainda mais difícil fazer… mas, é por isso que treinamos essas técnicas difíceis.)

A segunda fase é tão difícil para iniciantes porque eles não sabem como criar força através do relaxamento. O problema comum é precisar de tensão para mover a mão ao invés de relaxamento.

A terceira fase da técnica do golpe é a INTEGRIDADE NO IMPACTO. Esta é  sua habilidade de dar um suporte firme durante o momento do impacto. Seu corpo todo deve estar enrijecido e perfeitamente estruturado para transmitir toda a força através do seu braço para seu oponente. Há rigidez e tensão (apenas por uma fração de segundos) e você não vai querer perder tempo porque você terá que se mover novamente para propósitos ofensivos/defensivos.

A terceira fase é tão difícil para iniciantes porque eles não sabem sincronizar o impacto. O problema comum é criar tensão muito cedo ou segurar por muito tempo. Quanto mais habilidoso você se torna, mais correto será seu tempo e menos tensão você irá precisar.

Agora, a razão pela qual eu digo que as partes mais importantes da potência do golpe são as fases 2 e 3 é porque golpear é um movimento de muita HABILIDADE. Se você fosse um carateca quebrando tijolos e tábuas, bem, sim, gerar força é de extrema importância já que seu foco é gerar força suficiente para quebrar o objeto.

Mas no boxe, você tem um oponente que se movimenta e resiste ao golpe. O acerto é extremamente importante porque você terá que vir do ângulo certo e com velocidade suficiente para acertar o alvo antes que ele se mova. Além disso, você precisará causar o impacto ao oponente de uma forma que transfira força MAS também permita que você se mantenha flexível e se mova novamente lançando mais golpes e desviando de contra-ataques.

 

Os conflitos nas técnicas de golpear

Então aqui estamos com as 3 fases das técnicas de golpear que precisam trabalhar em harmonia umas com as outras para te dar o melhor golpe possível.

  • geração da força
  • distribuição da força
  • transferência da força

O problema é que a técnica que melhora uma área pode prejudicar outra. Ou pior, existem técnicas que podem causar impacto na sua defesa ou habilidade para lançar outros golpes.

 

Exemplos de conflitos técnicos na técnica de golpear:

  • técnicas que exigem muito tempo para gerar força podem atrasar sua transferência
  • técnicas que aumentam a velocidade da transferência de força podem diminuir a quantidade gerada
  • técnicas que aumentam o poder de transferência podem impactar na transferência de força dos próximos golpes
  • alguns métodos de geração de força podem deixá-lo em uma posição desconfortável para transferir a força
  • algumas técnicas de golpear podem não ser rápidas o suficiente para uma luta real
  • algumas técnicas de golpear podem deixá-lo desnecessariamente vulnerável à contra-ataques
  • algumas técnicas de golpear pes podem não estar na mesma condição da luta

Então é como se primeiro você tivesse que gerar uma tremenda quantidade de força MAS ter que liberá-la rápido para que o corpo e a mão envie essa força rapidamente MAS então você terá que tensionar rapidamente de novo para que seu corpo esteja sólido como uma rocha no momento do impacto MAS você terá que relaxar novamente para poder lançar mais golpes.

Como é possível ser forte e rápido e relaxado e tensionado e controlado tudo ao mesmo tempo? É muito difícil!

Nós podemos discutir o dia todo sobre qual técnica é melhor, mas pelo menos você pode ver que é difícil encontrar uma técnica bem balanceada. Existem tantas outras coisas para se considerar quando comparamos um oponente real com um objeto.

Não é tanto sobre GERAR força nos golpes
mas sobre DISTRIBUIR essa força.

 

Lutadores Iniciantes vs Lutadores Avançados

Iniciantes focam na GERAÇÃO de força,
Avançados focam na DISTRIBUIÇÃO & TRANSFERÊNCIA.

Iniciantes estão tão focados na geração de força. Eles assistem os nocautes de Mike Tyson no YouTube e tudo que eles sonham é força. Eles veem um saco de pancadas na academia e a primeira coisa que eles querem é esmagá-lo com toda sua força. Então eles entram no ringue e são derrotados porque eles não conseguem atingir um único golpe. Mas adivinha… eles saem pensando que precisam de MAIS FORÇA!

E então eles voltam a fase 1 novamente, focando na forma e na “técnica de golpear perfeita” para mais força. Eles até irão discutir sobre qual técnica é mais poderosa. E então… eles não chegam a lugar algum. Então eles começam a tentar novos métodos de condicionamento e treinos para suplementar suas “técnicas” de golpear. E enquanto eles se SENTEM MAIS FORTES e golpeiam o saco de pancadas com mais força, eles ainda não estão nem perto de atingir tão forte como os caras mais experientes.

Agora, e sobre os caras experientes? Eles estão golpeando forte pra caramba. Os caras experientes as vezes nem parecem se importar com técnicas, eles apenas relaxam e se movem pelo ringue e BAM! Eles golpeiam muito mais forte. Os caras experientes voltam das férias fora de forma e MESMO ASSIM, eles golpeiam mais forte. Os caras experientes estão quebrando todas as regras, lançando golpes de ângulos e posições estranhas e AINDA ASSIM, eles golpeiam mais forte.

…E por quê?

É porque os caras experientes não estão tão preocupados com a geração de força. Eles não se importam muito com o movimento inicial do corpo e a forma e técnica perfeitas, e onde seus ombros devem estar, onde seus pés devem estar, etc. Eles estão apenas se movimentando naturalmente, e eles atacam quando eles acham que devem. Nada forçado, nada apressado, tudo relaxado, mas CARA, que golpe! Eles entendem como a força REALMENTE funciona e aparentemente eles são capazes de ser poderosos de qualquer posição ou técnica.

 

Assista ao jovem Marco Antonio Barrera no saco de pancadas.

  • Quando você vê ele se esforçando?
  • É na geração de força?
  • Ou na distribuição e transferência?

É óbvio para mim que ele foca muito pouco na geração de força porque ele está se movimentando e relaxando. Você não o vê tensionando e carregando em cada golpe. Seus braços parecem mais como se estivessem se soltando do que carregando. Quando ele para para pensar, parece mais como se ele estivesse parando para pensar sobre estratégia do que técnica de geração de força.

As partes mais importantes das técnicas de golpear,
são a DISTRIBUIÇÃO & TRANSFERÊNCIA de força,
não a geração.

 

Nossos corpos já são poderosos

Por quê a fase de geração de força é a menos crítica em termos de força do golpe? Não é porque não é importante mas porque é a mais natural. Não é difícil se fortalecer e NÃO DEVERIA ser difícil se fortalecer. Você tem apenas uma fração de segundos para gerar aquele poder e atacar. Quanto menos esforço fizer para ficar forte, melhor.

Pense da seguinte maneira. Nossos corpos já SÃO fortes. Nós não precisamos de mais força. Nós só precisamos aprender como aplicar a força do nosso corpo em movimentos funcionais do boxe. A maneira mais fácil para aperfeiçoar a força de um iniciante (alguém com 5 anos ou menos de treinamento) é ajustar sua técnica. Eu poderia torná-lo 50% mais forte simplesmente ajustando como ele usa seu corpo. Não é necessário que ele faça supino com 50% a mais de peso (já que não há garantias que isso se tornará força funcional).

Aprender a ser forte é basicamente aprender como movimentar seu corpo (músculos e articulações) de uma forma que seja criado o máximo de força com o peso do seu corpo (com a ajuda da força da gravidade). Nós já temos um sistema natural para conseguir força no corpo, usar o peso do corpo e a gravidade. Uma vez que você aprender como usar seu corpo, todos os movimentos se tornarão mais poderosos.

O que leva tempo e treinamento é a habilidade de tornar todas as partes do seu corpo simultaneamente fortes em uma fração de segundos e então relaxar novamente para permanecer flexível, economizar energia, fazer outros movimentos, etc.

 

Aprenda como usar seu corpo!

Certo, você pode levantar quanto peso quiser mas isso não significa que você sabe como usar seu corpo. Eu gosto de pensar que todo mundo, veriam como é desnecessário levantar pesos, se eles soubessem como usar seus corpos. Se você sabe como usar seu corpo, você SEMPRE será forte. Você não precisará estar em forma e AINDA poderá nocautear alguém. Você pode estar doente, com febre, com 30 kg a mais, e AINDA lançará golpes significativos. Fique firme, gire seu corpo e BOOM – você tem força. Não é tão difícil.

Vamos fingir que não estávamos falando sobre técnicas de golpear; vamos fingir que estávamos falando como dar um mortal para trás. Você poderá pegar o cara mais forte da academia, aquele com as costas mais fortes e não terá nenhuma garantia que ele será capaz de fazer isso. Nem mesmo uma cambalhota. Eu suponho que você possa levantar pesos para todos os músculos mas ainda falta a coordenação e habilidade que causa a grande diferença. Mas SIM, claro, você pode levantar pesos DEPOIS que aprender como fazer um bom mortal, mas até lá… quanto dessa habilidade terá a contribuição do levantamento de pesos contra sua técnica?

Gerar força é a parte mais FÁCIL da técnica de golpes.

Qualquer pessoa pode gerar força. Veja todos os iniciantes no saco de pancadas. Todos eles lançam golpes fortes o suficiente. Então coloque-os no ringue e veja o que acontece. Não acertam nada, nada é rápido o suficiente. Eles ficam cansados, eles são contra-atacados, eles apanham. E eles realmente apanham porque eles não são FORTES o suficiente? Ou eles apanham porque eles não conseguem acertar nenhum golpe?

 

Levantar pesos não ajuda na DISTRIBUIÇÃO & TRANSFERÊNCIA do golpe

Na verdade eu diria que levantar pesos não ajuda em nenhuma fase dos golpes, mas só por diversão, eu vou deixar as pessoas argumentarem que levantar pesos ajuda na primeira fase. Mesmo que eu não acredite nisso, eu vou fingir que levantar pesos realmente ajuda a geração de força. Mas e agora?

Você ainda tem alguns problemas:

  • Levantar pesos não ajuda você na distribuição do golpe. Levantar pesos treina você para contrair seus músculos, não soltá-los. E a maior velocidade nas mãos vem com a SOLTURA da mão, não com a contração.
  • Levantar pesos não ajuda você a transferir a força. No momento do impacto, tudo que você precisa fazer é enrijecer seu corpo momentaneamente. Você está simplesmente se tornando imóvel, na verdade você não está mais se movendo. É mais como um exercício isométrico (aplicar força sem se mover) do que um exercício dinâmico onde você está aplicando força enquanto move uma parte do seu corpo. Além disso o movimento de impacto exige apenas uma fração de segundos de força, nada mais.

Claro que nós poderíamos discutir que talvez eu esteja vendo a técnica de golpear de maneira errada… e que você DEVE supostamente EMPURRAR sua mão no ponto de soltura e EMPURRAR sua mão no ponto de impacto. Mas isto a tornaria uma técnica de GOLPE EMPURRADO que é algo que eu (assim como muitos outros lutadores/treinadores) tenho dito que é uma técnica completamente inferior.

Algumas pessoas argumentaram comigo na internet que levantar pesos PODE torná-lo mais rápido. E eu perguntei, “Você está carregando seus golpes?” Levantar pesos pode aumentar o “velocidade de empurrão da mão”, que é sua habilidade de ser rápido ENQUANTO CARREGA UM PESO. Mas eu não vejo como levantar pesos pode melhorar sua “velocidade de soltura da mão”, que é a habilidade de ser rápido ENQUANTO NÃO CARREGA PESO. Então novamente voltamos para… como você golpeia? Qual sua técnica para golpear? No final isto determina o quanto levantar pesos pode ajudá-lo.

 

Levantar pesos pode afetar negativamente a força do seu golpe

É isso mesmo, eu não apenas acho que levantar pesos não ajuda na DISTRIBUIÇÃO & TRANSFERÊNCIA da força, isto realmente pode prejudicar a DISTRIBUIÇÃO & TRANSFERÊNCIA.

Como eu disse antes, a DISTRIBUIÇÃO & TRANSFERÊNCIA são os aspectos mais importantes do poder do golpe. E o grande problema com os iniciantes é que a maneira como eles geram força torna difícil para eles distribuir e transferir essa força.

Gerar força da forma errada pode prejudicar o poder de distribuição tornando você tenso, acusando sua intenção, deixando seus golpes mais lentos, deixando suas combinações mais lentas, e gastando energia. Se sua técnica de geração de força depende muito da contração dos músculos, será muito mais difícil para você RELAXAR o braço para maior velocidade da mão. É difícil se mover rápido quando você está ocupado tensionando seus músculos.

Gerar força da maneira errada pode tirá-lo da posição, elevar seu centro de gravidade ou te desequilibrar, e tornar difícil para você transferir a potência no momento do impacto. Você precisa estar firme no momento do impacto… o que significa que você não pode usar técnicas que fazem você subir os quadris ou sair do eixo. (Esses movimentos de pulo podem adicionar força mas eles tiram seu poder de TRANSFERÊNCIA.)

É importante que sua técnica de GERAÇÃO de energia,
não diminua o poder de DISTRIBUIÇÃO & TRANSFERÊNCIA.

Não quer dizer que levantar pesos o torna mais fraco. Na verdade levantar pesos não te dá perspectiva ideal da técnica para golpear e coordenação muscular para fazer uso por completo do peso NATURAL do seu corpo. O maior erro de todos é pensar que levantar pesos e lançar golpes são movimentos similares e usam técnicas similares. Lançar um golpe rápido e poderoso é muito mais HABILIDADE que simplesmente empurrar um peso com toda sua força.

A pior maneira de se pensar sobre técnica de golpear é imaginá-la como um levantamento ou um empurrão. A melhor maneira é pensar na técnica de golpear como um LANÇAMENTO. Tente se soltar mais e você irá acertar muito mais forte com mais velocidade e com menos esforço.

Pense em quanto “peso” você está empurrando quando está levantando pesos… agora pense em quanto “peso” você está empurrando quando lança um golpe. Lançar um golpe não deveria empurrar nada! Olhe os profissionais… as mãos deles vem tão rápido porque eles não estão empurrando peso. Quanto menos esforço você cria durante o movimento do golpe, mais rápido e mais forte seu golpe será. Melhor ainda, o único momento de “empurrão” que você tem é no exato momento do impacto e ainda assim, isto é apenas o último 1% do movimento do golpe.

Pense na técnica de golpear como um LANÇAMENTO,
não um empurrão.

E novamente… “a técnica de golpear” é MUITO MUITO MUITO MAIS que “a forma de golpear”. Só porque você move seus braços para a posição correta não significa que você tem uma boa técnica. Técnica de golpear também tem haver com timing e precisão e entender de movimentos internos do seu corpo. Grandes técnicas de golpes são muito mais que “gire os pés, rotacione os quadris, e gire suas mãos.”

 

Você ainda pode levantar pesos para treinar boxe?

Claro. Se você faz isso para condicionamento no geral e seu corpo responde bem ao treino, por quê não? Mas levantar pesos com a intenção de melhorar a potência do golpe e velocidade das mãos, eu ficaria preocupado sobre isso. Outra coisa a se preocupar é levantar pesos com a mentalidade que o levantamento de pesos é similar ao movimento de um golpe.

 

Não seria perfeito ter boa técnica E LEVANTAR PESOS?

Bem… boas técnicas para golpes não precisam de pesos para serem potentes. E mesmo assim se você levantar pesos, qual aspecto da técnica você estaria aprimorando? No máximo você estaria aumentando a geração de força, mas levantar pesos não vai ajudar você nos aspectos mais importantes que são os movimentos de lançar/relaxar para DISTRIBUIÇÃO da força ou ajudar você a se segurar para aquela pequena fração de segundos durante a TRANSFERÊNCIA da força.

Tenho que ser honesto e dizer a vocês que eu tenho paranoia a respeito de levantar pesos PESADOS (levantar pesos tudo bem). Na verdade eu me sinto mais lento e talvez até mais cansado quando levanto pesos pesados. Eu me sinto um pouco mais forte mas a força não me deixa mais poderoso com relação ao golpe. De qualquer forma, eu usaria o tempo extra para luvas de foco ou mais sparring do que levantar pesos.

 

Mas sabe de uma coisa?

Se você não tem bons treinadores por perto, que você confia, então você não tem muita escolha a não ser tentar e ver por si mesmo. Tente e veja! Treine com pesos e sem pesos. A única condição é que você treine em uma academia de boxe real e com outros boxeadores. Suas técnicas e treinos precisam ser comparadas com outros, não apenas com você mesmo.

boxing ebook Advanced Boxing Techniques A Dieta de 30 Dias dos Lutadores
Aprendeu alguma coisa? Compartilhe!



4 Comentários

Ryan agosto 9, 2015 às 12:11 pm

Gosto da forma como escreve, como analisa e argumenta, realmente é um ótimo observador, e sem dúvida já é um grande professor.

Muita gente, ao meu ver, compreende o profissional de forma errada, exemplo: Muitos pensam que os grandes boxeadores, serão no futuro, os grandes professores, mas isso não é uma verdade, pelo contrário, aquele boxeador, “naturalmente” talentoso e bom, tem uma autoconfiança enorme, atributos singulares no qual garante sucesso por um longo tempo, no entanto, tal sucesso, faz com que confie cegamente em seu jogo, no qual, fecha os olhos paras outras técnicas, filosofias, formas de pensar, agir e se comportar.

Por outro lado, o boxeador que não tem aquele talento “natural”, é preciso trabalhar, se dedicar MUITO, para quem sabe bater de frente com oponentes ‘fortes”, e essa superficial inferioridade, no caso de ser inteligente, faz com que seja um observador detalhista, sempre correndo atrás de maior conhecimento, outras teorias, filosofias, enfim, seu repertório de técnicas e teorias, se torna algo vasto, no qual no futuro, ao se aposentar, tem todas as ferramentas necessárias para ser um bom professor, afinal, pessoas são singulares, únicas, logo um tipo de jogo de técnica jamais é capaz de ser eficaz a todas as pessoas.
palavras eu não conheço você como lutador, mas estou lhe conhecendo como um professor, noutro dizer, seu talento como boxeador para mim, é claro, ainda é oculto, afinal, conforme lhe disse, nunca o vi lutando, por outro lado, seu talento para ensinar, é FANTÁSTICO, é um homem de grande inteligencia, que muito observa, e que procura compreender a arte marcial de boxear, como algo em movimento, e não como algo estático.

Afinal, as técnicas foram desenvolvidas em determinado tempo, por determinada pessoas, o que de certa forma sempre terá suas limitações, no qual, outros profissionais, vão lapidar tais técnicas, criar tantas outras, enfim, temos que compreender técnicas, e pessoas em movimento.

Por isso, me atrevo a dizer, fazendo uma metáfora, que você ao analisar um livro, não da tanta ênfase a “conclusão”, afinal, essa está dada, é algo pronto e acabado, por outro lado, da mais valor, as linhas de raciocínio, que é um processo de interpretação, interminável, no qual, jamais encontra um fim, tendo em vista que está em constante movimento. Tanto é verdade, que se formos escrever um texto, a cada vez que voltarmos a ler tal texto, vamos querer alterar algo, pois nossa interpretação não tem fim.

Por fim, quero dizer, que você, caso queira, tem vida longa, pois se compreende técnicas e pessoas em movimento, logo nunca vai analisa-los, como algo estático, pronto e acabado, mas sim terá que por todo sempre, se movimentar para acompanhar toda a metamorfose da vida, e pelo que noto, você faz isso com maestria, no qual, certamente todo boxeador, sendo famoso ou não, terá o que aprender com você.

Resposta

Kalil Bentes novembro 2, 2015 às 8:00 am

Gostaria de parabenizar pelo site todo e por esta matéria em específico. Sou estudante de karate kyokushin e kickboxing, e um curioso apaixonado pelo boxe. Fico espantado de ler neste artigo tão bom conceitos tão amplos e gerais. Muito obrigado por compartilhar, estudarei isso tudo e buscarei a aplicação disto tudo em chutes também. OSS!

Resposta

Mateus novembro 9, 2015 às 9:27 am

sou novo no boxe o que eu devo fazer

Resposta

Fábio Conrado Ortolan novembro 17, 2015 às 7:51 am

Mateus, o mais aconselhável é procurar uma boa academia, treinar boxe por conta própria não ajuda muito.
Outra dica, o site contém vários artigos para quem está começando, vale a pena dar uma conferida nos artigos para iniciantes.

Resposta

Deixe um Comentário

Compartilhe sua opinião com outros boxeadores. Por favor, seja respeitoso.
Emails nunca serão publicados ou compartilhados.
Quer seu próprio avatar nos comentários? Faça um Gravatar!

Post anterior:

Post seguinte:

Copyright © 2008-2013 Como Boxear | ExpertBoxing. All rights reserved